24/09/2018

Ciberameças e o futuro: qual será a realidade nos próximos anos.

Estamos vivendo em um cenário onde as ciberameças – ameaças no âmbito digital – estão se destacando cada vez mais. Pensando nisso, reunimos números que podem ajudá-lo a entender como será a realidade da segurança digital nos próximos anos.

 

  • Nos próximos 5 anos é estimado que o investimento para corrigir danos que o cibercrime causa aumente 50%, o que isso significa? US$ 6 trilhões anualmente. Portanto, não teremos muita diferença com a realidade atual do cibercrime, que ainda será um dos maiores empecilhos das empresas.
  • Se as ameaças digitais forem contidas, não teremos motivos para gastos com controles avançados porém, o investimento em segurança cibernética focada em detecção e prevenção de risco tem um outro valor. Estamos falando de US$ 1 trilhão, pensando nos próximos 5 anos.
  • Falando agora da realidade global, serão investidos US$ 5 bilhões para remeter danos característicos a ataques de ransomware. Esse número diz respeito a gastos envolvendo perda ou destruição de dados pertinentes, resultando em ausência de sistemas e produtividade da equipe, sem contar o tempo que a mesma terá que investir com recuperação de incidentes, colapso de imagem, recuperação de incidentes e treinamentos.
  • Nos próximos anos, a defasagem do mercado em relação a especialistas em segurança ainda será um problema, gerando um número de 3,5 trilhão. Deixando claro a dificuldade de encontrar esses profissionais e assim sendo necessário que os mesmos tenham que atuar e se especializar na prevenção e defesa de aplicativos, dados, dispositivos, infraestrutura e pessoas.
  • Até 2022, 6 bilhões de pessoas estarão conectada à internet, aumentando a superfície de ataque humano.