14/06/2018

Diagnóstico de Segurança: você já fez um em sua empresa?

Ter um diagnóstico de segurança da sua empresa pode ser o que falta para você saber por onde começar a proteger seus dados.

Esta, é uma preocupação constante na vida de qualquer gestor ou, pelo menos, deveria ser.

Os ataques virtuais têm representado um grande perigo para empreendimentos de diferentes portes, principalmente para os pequenos e médios negócios.

Quando os cibercrimes acontecem, o foco é exclusivamente pessoas e empresas que possuem brecha em sua segurança, não sendo destinado a apenas grandes empresas.

Segundo o estudo Norton by Symantec, mais de 60% da população brasileira já foi vítima de algum tipo de cibercrime, incluindo empreendedores.

Esse é um quadro bastante preocupante, não é mesmo?

Principalmente tendo em vista que os dados roubados podem ser vazados ou terem uma solicitação de resgate, com um valor nem sempre amigável.

Ficou interessado no assunto?

Se deseja saber mais a respeito, continue lendo esse artigo e descubra:

  • O que é o Diagnóstico de Segurança e para que ele serve;
  • Quais os principais pontos de avaliação para um Diagnóstico de Segurança;
  • Por que sua empresa deve fazer um Diagnóstico de Segurança.

O que é o Diagnóstico de Segurança e para que ele serve?

O Diagnóstico de Segurança é uma ferramenta utilizada para avaliar todos os processos relacionados a proteção de informações dentro de uma empresa.

Através dele, é possível identificar os pontos frágeis e traçar uma estratégia para melhorar a proteção de dados.

Essa ferramenta é muito importante, uma vez que ela consegue identificar as atividades que são executadas diariamente na rede da empresa, bem como todos os procedimentos de proteção a informação.

Dessa forma, após o diagnóstico feito, você gestor pode alinhar todos esses dados e mantê-los em plena sintonia, para garantir a proteção e segurança das informações.

Quais os principais pontos de avaliação?

No Diagnóstico de Segurança, vários pontos são avaliados.

Dessa forma, é possível criar um prognóstico mais detalhado sobre a situação das informações de sua empresa.

Entre os principais fatores de avaliação estão:

Rastreabilidade e Viabilidade

Nesse item, são avaliadas as ferramentas utilizadas para identificar possíveis intrusos e ataques no sistema, assim como é feito o rastreamento para saber de onde vieram os ataques.

Produtividade e Controle

Esse indicador aponta se existem ferramentas de controle dentro da cultura organizacional da empresa e se elas interferem na produtividade dos colaboradores de alguma maneira, oferecendo ou não o suporte adequado.

Compliance e Governança

Nesse item, o Diagnóstico de Segurança avalia as políticas e normas internas.

Verificas-se se elas são compridas ou não, e se há algum meio de controle.

Disponibilidade

Esse é um dos principais fatores a serem analisados.

É por meio dele que é possível identificar que recursos e ferramentas precisam ficar sempre disponíveis, de forma eficiente e sem qualquer tipo de interrupção.

Esses são apenas alguns dos pontos levados em consideração no Diagnóstico de Segurança.

Por que sua empresa deve fazer um Diagnóstico de Segurança?

Atualmente, todos os negócios geram dados e processos que precisam ser protegidos contra ataques virtuais.

Por isso, contar com uma estratégia como essa é essencial para qualquer empresa, independente do segmento ou porte.

Com esse processo é possível identificar quais são os pontos fracos dentro da organização, e aperfeiçoá-los de forma assertiva.

Mais do que isso, ele possibilita a criação de estratégia que envolvam todos os colaboradores.

O Diagnóstico de Segurança servirá como guia para que você possa criar ações mais direcionadas e assertivas para o sistema de segurança da informação, ou até mesmo capacitar os funcionários para melhorar a proteção dessas informações.

Sua empresa não está segura! Como se proteger na internet?