Início » Firewall de e-mail: por que investir?

Firewall de e-mail: por que investir?

Firewall de e-mail: por que investir?
Se você se preocupa com a segurança dos seus dados pessoais ou da sua empresa, saiba que um firewall de e-mail pode ajudar muito nesse quesito! Eles são capazes de bloquear remetentes suspeitos e impedir o seu servidor de ser invadido.

Eles filtram também a saída de e-mails. Isso é feito com base nas informações pré-determinadas pelo administrador do firewall. Claro que, cada um funciona de uma maneira específica de acordo com suas propriedades, mas nesse artigo você compreenderá de maneira geral como eles funcionam.

Vai entender também por que eles são tão importantes, e podem ser um excelente aliado para a sua web segurança! Confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre um firewall de e-mail.

O que é um firewall?

Em primeiro lugar é importante entender exatamente o que é um firewall de e-mail. Um firewall, de maneira geral, é uma “parede” que protege a entrada e saída de dados de um sistema.

Como o próprio nome no inglês já consegue nos dar uma ideia, a “parede de fogo”, trata-se de um software que atua como uma espécie de muro. A partir de definições pré-estabelecidas, ele analisa tudo o que circula dentro da rede.

O objetivo dessa “parede” é, justamente, bloquear a entrada ou saída de determinadas informações.

Dessa maneira, ela é capaz de impedir conteúdos suspeitos de entrar e prejudicar o seu sistema. Além disso, também impede informações importantes e confidenciais de saírem. Nesse mesmo sentido, um firewall de e-mail tem como objetivo proteger as mensagens e dados que são trocados por essa plataforma.

Assim sendo, podemos dizer que o firewall funciona como uma espécie de porteiro, verificando o que entra e sai do e-mail.

Como funciona?

Esse sistema funciona selecionando a entrada de e-mails suspeitos com base em seu endereço de IP e domínio. Depois disso, esses e-mails são direcionados para listas de bloqueio.

É importante entender que um firewall se comunica com outros. Isso significa que quando um usuário classifica um e-mail como spam, essa informação é compartilhada com outros servidores, fazendo com que eles fiquem atentos aos e-mails do mesmo remetente.

Por isso é muito importante estar atento também ao que você envia! Não importunar as pessoas com e-mails repetidos e spam é essencial para não ser pego em um firewall.

Quais os benefícios de um firewall?

Um firewall analisa o tráfego de conteúdo no seu sistema e monitora todas as ações de entrada e saída de dados. Isso oferece muita segurança, pois evita diversos tipos de ataques cibernéticos.

Além disso, ele também fornece relatórios de atividades, o que fornece para os gestores informações importantes e valiosas sobre a segurança das suas redes!

Um firewall é muito útil para bloquear certos conteúdos e permitir (ou não) o acesso dos usuários a determinados dados.

É claro que ele não consegue eliminar todos os riscos apresentados pelos arquivos maliciosos, já que eles circulam em grande número pela internet. Nesse caso, complementar a segurança do firewall com um antivírus é o mais indicado.

O firewall acaba atuando como uma barreira externa, enquanto o antivírus age “limpando” o sistema por dentro

O que são ataques cibernéticos?

Os ataques cibernéticos são aquelas armadilhas que infelizmente estão distribuídas por toda a internet. Eles são nada mais do que tentativas de hackers de danificar e invadir uma rede de sistemas.

Essas invasões podem acabar violando e expondo dados sigilosos, o que acaba sendo muito prejudicial para qualquer empresa ou até mesmo para a vida pessoal do indivíduo.

Esses ataques podem aparecer de diversas formas. Alguns são tão sutis que enganam até mesmo aqueles que se consideram atentos na internet.

Os ciberataques se dão geralmente através de links contaminados que depois são transmitidos pelo e-mails, downloads irregulares de softwares piratas, ou até mesmo através do uso de pendrives. Dessa forma, são transmitidos vírus que contaminam toda a rede.

Uma forma de ataque muito perigosa é feita através de um vírus chamado de ransomware. Esse vírus tem a capacidade de sequestrar arquivos e outros dados sigilosos do dispositivo do usuário. O passo seguinte desse “sequestro” é um pedido de resgate – geralmente cobrado na forma de moedas digitais como o bitcoin.

Claro que existem várias outras estratégias usadas pelos hackers além do ransomware. Os criminosos digitais estão cada dia mais criativos e com novas ferramentas que podem nos prejudicar.

Exatamente por isso é importante estar atento e investir em uma proteção para a sua rede e seu e-mail.

Por que é importante ter um firewall de e-mail?

Hoje em dia nos relacionamos e trabalhamos através da internet – ou com o auxílio dela. Além disso, fazemos compras, temos momentos de lazer através dela também. Isso significa que estamos sempre conectados, e por conta disso, muito expostos a ataques de pessoas mal intencionadas.

Sendo assim, é altamente indicado que o meio digital dessas corporações esteja preparado para lidar com esses perigos dos mais diversos tipos.

A importância disso aumenta quando percebemos como o e-mail é uma porta de entrada para diversos arquivos no nosso computador. Além disso, é um meio de comunicação extremamente usado na internet, e por isso deve ser um ambiente seguro!

Se você trabalha com internet e utiliza o e-mail, é altamente recomendável que proteja seu sistema e invista em um firewall que abranja o e-mail. A cada dia mais a tecnologia nos surpreende, para o lado positivo mas também para o lado negativo.

Isso significa que estamos vivendo uma onda de crimes digitais, cada vez mais elaborados e surpreendentes. Num piscar de olhos, podemos perder todo o nosso trabalho e gerar uma enorme dor de cabeça. Dentro deste cenário, proteger nossos dados e informações é imprescindível.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *