• Infoprotect

Antivírus Corporativo – Proteger para preservar

Se você sabe o tesouro de informações que uma empresa acumula em seus servidores e estações de usuários, também conhece o risco latente e sedutor aos olhos maliciosos dos Hackers e seus ‘vírus de trabalho’(ou seria ‘ferramentas de trabalho’?!). Por isso, a importância de um bom antivírus corporativo não deve ser negligenciada, deve ser é priorizada! Afinal, proteger um bem valioso é preservar a continuidade de sua existência.

Imagine uma mina de pedras de ouro reluzentes chamando a atenção de todos, inclusive dos que querem tomar posse indevidamente de toda essa riqueza. Imaginou? Agora, associe essa cena lúdica a um cenário real, cuja mina é composta de informações e documentações importantes, algumas, inclusive, de valor monetário. E o risco de uma invasão é eminente, tamanho é o seu teor atrativo, por isso se faz necessário reforçar a segurança da maneira mais eficaz possível. É exatamente assim! Ou você protege ou fica vulnerável a estragos que podem até ser fatais.


Não acredite em soluções que descartam o investimento em um antivírus corporativo !

Mas, sabendo-se de toda importância de proteção e riscos de ataques, por qual razão ainda existe tanta relutância em render-se aos benefícios de um qualificado antivírus corporativo?! Há algumas linhas de pensamento que podemos citar e tentar provar que são diretrizes que levam a um provável alvo de ataque.

Há quem acredite que apenas o uso de um firewall já é suficiente para garantir a segurança. Mas a verdade é que um complementa o outro, pois o firewall serve como um portão de filtragem na entrada dos dados, mas um antivírus corporativo irá varrer e detectar possíveis ameaças na rede.

Outra crença é a opção por soluções domésticas ao invés do investimento em um antivírus corporativo é um caminho que pode ser sem volta, pois não são ferramentas eficazes que acompanham a evolução da variação dos tipos de vírus, os quais ganham novas versões produzidas a cada instante.

Um programa de antivírus corporativo oferece a atualização necessária para esse fim. Além de que é fundamental a regularização dentro da Lei Brasileira de Software que só um distribuidor regulamentado de antivírus corporativo pode oferecer.


A governança mal aplicada também é uma forma de ameaça que foge do escopo de proteção de um antivírus corporativo.

Outro ponto que pode ser destacado é a falta de comunicação entre os fornecedores das ferramentas de antivírus corporativo, ocasionando sérios problemas de governança na segurança da informação. Mas isso não deve ser um fator – e nem uma desculpa! – para se negligenciar o foco de uma empresa em suas aquisições de programas de antivírus corporativo, pois para tudo há solução, menos para atingimentos irreparáveis de vírus que podem facilmente acontecer em sua rede de servidores.

O ideal – e que também já é tendência atualmente nesse mercado de Segurança da Informação – é a aquisição de pacotes completos de antivírus corporativo. Essa alternativa de adquirir suítes integradas ao invés de ferramentas isoladas, atende a necessidade de diminuir ao máximo a quantidade de fornecedores para, justamente, evitar essa ‘Torre de Babel’ em que cada um fala uma língua diferente, abrindo pontos de vulnerabilidade para os ataques dos Hackers.

Outra maneira de solucionar esse problema de governança mal aplicada é fazer campanhas educativas dentro da própria empresa para ensinar e acostumar os seus usuários a seguirem as normas e políticas de segurança da informação, assegurando, dessa forma, que a governança seja realmente efetivada.


É preciso mudar o foco que tem se dado a segurança da informação nas empresas e os programas de antivírus corporativo.

É muito comum estourar notícias na mídia sobre empresas que sofreram ataques cibernéticos e tiveram seus bancos de dados comprometidos. A repercussão é sempre ampla e na mesma linha ótica: o fato ocorrido! Quando o que é preciso é focar nas ações preventivas para que isso não ocorra!

Infelizmente, a realidade é que até hoje, mesmo com tanta evolução cibernética em todos os aspectos – positivos e negativos – ainda há restrição na preocupação com a segurança da informação, que fica muito limitada aos profissionais de TI. Essa é mais uma causa da vulnerabilidade excessiva que deixa as empresas expostas a invasões e furtos de dados.

Grande parte das empresas brasileiras de médio e pequeno porte fecham a mente, a mão e o bolso na hora de investir em softwares de antivírus corporativo. O que já não acontece com a maioria das organizações de grande porte, que, pelo volume da demanda de dados que precisam proteger, já reconhecem a importância desse investimento.

Cabe aos membros da diretoria dessas empresas abrirem a mente para perceber o risco que estão correndo e, assim, abrirem também a mão e o bolso para garantir que suas redes não sejam infectadas por vírus maliciosos, pois depois que um ataque acontece, não adianta querer correr atrás do prejuízo, ações preventivas não irão fazer o tempo voltar a trás. O estrago só poderá ser contornado, com sorte, se não houver extermínio total. Portanto, o melhor é prevenir para não ter que remediar; implantar programas de antivírus corporativo para não ver sua empresa ir parar em uma “UTI hospitalar”, infectada por uma poderosa “virose”…


Mas como investir em programas de antivírus corporativo em tempo de crise econômica?

É bem verdade que o nosso país está mergulhado em uma grande crise econômica e isso tem afetado diretamente o orçamento das empresas para compra de programas de antivírus corporativo, mas é preciso refletir e perceber que priorizar aquisições de softwares de segurança, com antivírus corporativo, não é uma despesa, é um investimento! Afinal de contas, trata-se de assegurar que o seu patrimônio permaneça protegido e preservado. E quanto vale o seu patrimônio?!

Se o orçamento está curto, faça pesquisas e avalie de repente a troca de fornecedor, optando por um custo operacional mais em conta, sem abrir mão da qualidade e eficiência.

A crise econômica está afetando todos os empresários, inclusive os fornecedores dessa indústria, portanto fica a dica de aproveitar bem a concorrência para conseguir o melhor produto de antivírus corporativo, com melhor suporte e que atenda por completo a necessidade de sua empresa, tudo por um preço que caiba na sua programação financeira.

Comece por deixar cadastrado aqui o seu e-mail para que a Infoprotect possa mantê-lo atualizado sobre o que há de melhor em programas de antivírus corporativo.

E também conheça agora, clicando aqui, o que já temos preparado para proteger o patrimônio mais valioso de sua empresa: o tesouro guardado em sua rede de servidores e estações de trabalho. Proteja-o para preservá-lo!

0 visualização0 comentário
logo.png

Nossas Redes Sociais

©2021 por Infoprotect

whatsapp-logo-icone.png