Início » Qual é o real valor dos dados da sua empresa?

Qual é o real valor dos dados da sua empresa?

Qual é o real valor dos dados da sua empresa?
Desde o ano de 2017, a idéia da frase “o recurso mais valioso do mundo não é mais o petróleo, mas sim os dados”, publicada pela revista The Economist, vem sendo repetida incansavelmente em inúmeras matérias do setor de economia de todo o mundo.

Ha tempos que a moeda entre as empresas deixou de ser verdadeiramente o dinheiro para ser a informação. Dados de processos bem-sucedidos, de bons fornecedores e dos melhores clientes, dos reais resultados do negócio são extremamente valiosos.

Não sem razão, os crescentes ataques hackers que tem como objetivo capturar todos os dados teoricamente expostos levou também ao intenso aumento de investimentos em defesa da informação.

Para que entenda melhor porque realmente acontece essa valorização das informações empresariais e a extrema importância atual do investimento em cibersegurança, preparamos esse conteúdo super completo! Pronto?

Por que os dados da sua empresa são seu ativo mais valioso?

As informações tidas pelas empresas são completamente intangíveis e seu entendimento de grande valor se deu de modo crescente ao longo dos últimos tempos.

A popularização da tecnologia para todos os setores empresariais transformou todos os processos e maneiras de armazenar seus dados. Concomitante a isso, as ameaças cibernéticas também se tornaram mais frequentes e fortes, causando inúmeras situações preocupantes.

Nesse cenário, então, negócios de diferentes idades, portes e nichos passaram a enxergar todos os seus dados como verdadeiramente valiosos.

Ter essas informações roubadas pode causar enormes prejuízos financeiros para a empresa vítima, cria necessidade de retrabalho em alguns setores, pode gerar longas ou curtas paralisações e consequentemente em atrasos em seu cotidiano e, caso o hacker venda esses dados para concorrentes, pode acabar inteiramente o futuro do negócio no mercado.

A TJX Companies, por exemplo, é um imenso grupo varejista que está nos bastidores de mais ou menos dois mil comércios de marcas, como TJ Maxx e Marshalls.

Essa companhia, apesar de bastante forte, não conseguiu escapar dos estratégicos ataques cibernéticos e teve um dos máximos vazamentos de informações de todos os tempos.

No fim do ano de 2006, no mês de dezembro, os dados de 94 milhões de usuários e clientes foram roubados da empresa. Entre eles, estavam também contas grandes e internacionais que contavam com informações de números de cartões de débito e de crédito.

Em pouco menos de um ano após o incidente, a operadora Visa fez os cálculos do prejuízo desse negócio, graças a imensa divulgação desses dados, e comunicou que chegou facilmente ao número de US$ 68 milhões (cerca de R$ 138 milhões).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *